Sexta, 18 de Abril de 2014
Pesquisa na RTP Açores - Informação e Desporto

Notícias /
Local

TDT: 96% da população portuguesa está informada sobre televisão digital terrestre, afirma a Anacom

Publicado: 2012-03-19 15:23:53 | Actualizado: 2012-03-19 15:24:48
Por: António Gil
TDT: 96% da população portuguesa está informada sobre televisão digital terrestre, afirma a Anacom

A Autoridade Nacional das Comunicações anunciou hoje que o número de pessoas que sabem o que é a televisão digital terrestre (TDT) tem vindo a aumentar, com o último inquérito a apontar uma taxa de 96 por cento.


De acordo com a Anacom, que cita um inquérito realizado pela Marktest a pedido do regulador, no início de fevereiro 96 por cento da população portuguesa conhecia ou já tinha ouvido falar na TDT, contra 94,8 por cento em janeiro e 92,5 por cento em dezembro.

"Aquele valor sobe para 97,5 por cento no universo de pessoas que se afirmam preparadas para receber TDT e é também bastante elevado, 91,8 por cento, entre os que ainda não estão preparados para receber TDT -- mesmo neste caso o nível de conhecimento tem vindo a aumentar, em janeiro era de 90,1 por cento e em dezembro de 88,6 por cento", refere o regulador.

O 'switch-off', ou desligamento da emissão de televisão em sinal analógico, arrancou em janeiro e o processo estará terminado a 26 de abril.

Segundo o regulador, "na sequência do vasto conjunto de ações de comunicação levadas a cabo sobre TDT existe um elevado nível de conhecimento sobre a televisão digital, mesmo junto das famílias de classe social mais baixa, que vivem no interior e que ainda não se prepararam para a televisão digital".

Na zona litoral do país, segundo o inquérito, 95,6 por cento da população conhece ou já ouviu falar da TDT, enquanto no resto do país esta taxa sobe para 97,4 por cento, contra 93,2 por cento em janeiro.

Por classes sociais, é no segmento classe alta e média alta que se regista um maior conhecimento da TDT, com 97,8 por cento, mas na classe média/baixa também é "bastante elevado", com 95,5 por cento.

Sobre o fim das datas da emissão analógica, na faixa litoral 90,7 por cento dos inquiridos afirmaram conhecer, valor que cresce para 95,2 por cento no resto do país.

"Em termos de idades, a faixa dos 55/64 anos é a que regista o nível de preparação mais elevado", conclui a Anacom no comunicado.

A segunda fase de desligamento da emissão analógica está prevista para 22 de março nos Açores e na Madeira.

A 26 de abril a zona interior do país deixa de receber emissões televisivas analógicas.

(ALU/Lusa)